SALWEB: Pagamento da GUIA GPS do INSS em atraso

Trabalhadores domésticos agora podem gerar pela internet a Guia da Previdência Social (GPS) para pagamento em atraso dos tributos recolhidos pelo INSS. A Receita Federal do Brasil anunciou na tarde desta quinta-feira (07/08) um novo programa online que permite que gerar uma nova guia GPS para pagamentos que já venceram.

A ferramenta chamada SALWEB já está disponível para uso de forma gratuita na internet, através deste endereço. Conforme observado pelo Fisco, o vencimento dos tributos incidentes sobre os salários pagos aos domésticos que dia 15 de cada mês, foi alterado para o dia 7. A mudança foi feita graças a lei Complementar 150, de 2015, que instituiu o Simples Doméstico.

Leia também: Certidão do INSS

Com a alteração, os domésticos que não pagaram a guia antes do vencimento, podem utilizar a ferramenta SALWEB para gerar uma nova guia para pagamento dos tributos do INSS em atraso. Vale lembrar que o não pagamento da guia antes do vencimento, gera multa de 0,33% por cada dia de atraso, limitada a 20%.

“A partir de agora com o SALWEB, o contribuinte pode gerar a GPS diretamente na página da Receita Federal na internet,  inclusive para pagamento em atraso dos tributos recolhidos pelos empregadores domésticos”, informou a Receita.

salweb-guia-gps-inss-atraso

Como fazer o Cálculo do INSS em atraso

Para acessar diretamente a ferramenta de cálculo da Guia GPS em atraso, basta clicar neste link. Já na página, escolha entre Contribuintes filiados antes de 29/11/1999, Contribuintes filiados a partir de 29/11/1999 e Para empresas e órgãos públicos: Contribuições e emissão da Guia da Previdência Social (GPS). Para contribuintes, na próxima página será necessário escolher no primeiro campo o tipo de contribuinte entre: Doméstico, Individual, Empresário, Facultativo ou Segurado Especial.

Leia também: Certidão Negativa

Para empresas, basta digitar o número do CNPJ. Para contribuintes, entre com o número do NIT/PIS/PASEP e o código de confirmação da imagem. Feito isso, basta clicar no botão confirmar na parte inferior da página para gerar a nova guia e verificar as informações do contribuinte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *